Quantas vezes você já disse as seguintes frases:

– Depois eu faço isso;

– Segunda-feira eu começo a dieta;

– Amanhã eu termino o relatório;

      Os dias vão passando e esses compromissos nunca se cumprem e quando você se dá conta, você está com um aglomerado de situações para resolver, de pendências e de “coisinhas” que você deixou para trás.

      Em nossas vidas, sempre há momentos em que deixamos alguma coisa para depois. Podem ser tarefas do cotidiano como lavar a louça num dia muito frio, elaborar um relatório cheio de minúcias para a empresa, um curso que você precisa fazer e até mesmo o seu processo de emagrecimento. Pessoas que tem o hábito de procrastinar deixam ações muito importantes sempre para a última hora ou minuto disponível. Em muitas dessas situações não há problema nenhum. Isso porque não causa nenhum dano esse tipo de ação, mas quando se trata de atitudes e decisões importantes e que podem impactar a vida de uma ou mais pessoas? É aí que procrastinar se torna um problema.

      Diante desse contexto, vale a pena se fazer alguns questionamentos: O que leva uma pessoa a deixar atitudes e decisões importantes para depois? No caso do emagrecimento, por exemplo, o que leva uma pessoa que tem como objetivo emagrecer começar as atividades físicas e a mudança dos hábitos alimentares na segunda-feira?

      É o medo de mudar. Por que mudar, significa ter que tomar atitude, sair da zona de conforto, lidar com o desconhecido, eliminar antigos hábitos e isso muitas vezes é assustador, por mais que a mudança possa ser positiva.

      Por mais que a zona de conforto muitas vezes não seja tão confortável assim, ela ainda soa familiar para quem precisa mudar. E além disso, não exige grandes investimentos apesar do sofrimento que existe por se estar nela. É por isso que as mudanças são sempre adiadas para a próxima segunda-feira, próximo mês ou até ano.

      Apesar do ganho secundário que existe por trás dessa falta de ação, quando você fica procrastinando as mudanças que precisa implementar em sua vida você está se auto sabotando e se impedindo de viver uma nova fase em sua vida. Já parou para pensar nisso? Você pode estar adiando a sua própria vida! Uma vida que pode ser melhor, mais feliz e com mais propósito, mas que você acaba não experimentando pelo medo de viver algo novo.

      Então, eu te convido hoje a refletir: que tal sair hoje da sua zona de conforto e colocar em prática essa ação ou essas ações que serão determinantes para a construção de sua nova vida?

     Você não sabe por onde começar? Comece tomando uma decisão. Decida o que irá fazer, quando irá fazer e como irá fazer. Comprometa-se com o seu objetivo. No caso do emagrecimento, não perca mais nenhum minuto da sua vida, tome a ação agora. Comece mudando a próxima refeição que você irá fazer, use a escada ao invés do elevador, enfim, pequenas mudanças, mas que ao final trarão grandes resultados.