Não é nenhuma novidade a velocidade das mudanças e dos acontecimentos neste mundo digital. O que era hype ontem, hoje já virou ultrapassado.

      O mundo está fast (rápido). Fast food, fast fashion, speed date. A tecnologia, a moda  e os modismos se renovam à uma velocidade alucinante, difícil de acompanhar. Estressante.

    Atrizes e modelos estampas capas de revistas, anunciando em tempo recorde, a recuperação seu peso original depois de uma gravidez.

      Toda essa aceleração causa ansiedade, e no fluxo dos acontecimentos, nos cobramos mudanças rápidas e eficientes, alta performance na criação de sermos melhores. Essa atitude se reflete no Processo de Emagrecimento. Algumas pessoas quando decidem mudar, partem para o tudo ou nada. Desejam ir de 8 a 80 o mais rápido que puderem, estabelecendo objetivos ousados e muito desafiadores. Afinal de contas, se a fulana da TV emagreceu em 2 meses, eu também posso.

      Acontece que somos seres complexos, de muitas facetas e variáveis. Não somos preto ou branco somente e enxergar a vida assim pode ser frustrante. Por exemplo, uma pessoa que deseja perder 20 quilos e já perdeu 15, pode sentir-se fracassada pois só enxerga o sucesso quando seu objetivo for completamente conquistado, enxergando o copo meio vazio. Este tipo de atitude não colabora consigo próprio e com o atendimento de metas.

      Algumas outras atitudes comuns e sabotadoras em um Processo de Emagrecimento:

Condicionamento. Você diz a si mesma que só será feliz de verdade quando perder todos os quilos que deseja.

Generalizar. Você diz a si mesma que todas as mulheres magras são mais aceitas, bem sucedidas ou atraentes que você.

Achismos infundados. Você acredita que sabe o que as pessoas pensam sobre você. E quase sempre é algo negativo.

Necessidade de controle. A sua programação não pode sofrer altarações e outras pessoas precisam inclusive, se submeter à ela. Algumas pessoas tem regras claras e rígidas do que podem ou não fazer.

      Estes são alguns exemplos de pensamentos sabotadores que conduzirão à atitudes condizentes. Eles podem ser substituídos por outros mais saúdaveis. O primeiro passo é a percepção destes padrões. Faça uma pausa e perceba o que está pensando, e o que este pensamento fez você sentir. O simples ato de observar seu próprio padrão de pensamento às vezes é suficiente para mudar.

      Racionalize se o que você está pensando é real e se faz sentido. Defina o que você prefere pensar. Ter uma lista de pensamentos prontos a substituir, vai ajudar a não ficar divagando ou ruminando.

      Analise as atitudes que atrasam ou sabotam o seu emagrecimento. Elas começam com um pensamento e estes, podem ser modificados, gerando uma mudança em cadeia.